O RIAS é o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens da Ria Formosa e está localizado em Olhão. Desde meados de 2009 a sua gestão está a cargo da Associação ALDEIA, em parceria com o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e a ANA-Aeroportos de Portugal, através do Aeroporto de Faro.

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

RIAS inicia projecto de seguimento de Gaivotas recuperadas


No dia 30 de Dezembro de 2010, o RIAS deu início ao seu primeiro projecto de seguimento de aves recuperadas.


Este projecto consiste na marcação de todas as Gaivotas-de-patas-amarelas (
Larus michahellis) e Gaivotas-d´asa-escura (Larus fuscus) que são recuperadas e devolvidas ao seu meio natural pelo RIAS.

Para além da anilha metálica com que marcamos todas aves recuperadas, neste projecto, a marcação é feita também com uma anilha PVC de cor preta com uma inscrição branca. Os códigos utilizados consistem em 4 letras/números, começando sempre com a letra F seguida por um código de 3 números. Por exemplo: F000, F001, F007 até ao F999.




Os objectivos principais deste projecto são, entre outros:

  • Estudo do sucesso de recuperação de cada indivíduo
  • Re-adaptação dos indivíduos ao meio natural, após a devolução
  • Movimentos das populações após a devolução
  • Determinação da origem de cada indivíduo
  • Estudo da longevidade das diferentes espécies


Para realizar este estudo, vamos monitorizar regularmente alguns locais frequentados por estas aves. Com esta marcação colorida, as aves são facilmente identificadas com binóculos ou telescópio pelo que qualquer pessoa nos pode ajudar!

O RIAS apela para que, no caso de alguém observar uma anilha colorida deste projecto, nos informe para o seguinte email: rias.aldeia@gmail.com indicando o local da observação e o código da anilha.

Desde já agradecemos o seu contributo para este projecto!!

Sem comentários: